sexta-feira, 7 de novembro de 2014

O casamento não significa o fim da solidão

Para o psicólogo Kelly Flanagan, não são os problemas de comunicação os causadores da infelicidade entre os casais mas sim outras causas subliminares que vêm de trás e que devem merecer a nossa atenção, nomeadamente através de terapia individual e meditação.

Uma das causas é a ideia errada que muitos assumem de que o casamento significa o fim da solidão. Segundo o psicólogo "Estar vivo significa estar só" e não compreender isto implica não perceber que a solidão que por vezes sentimos não se deve ao nosso parceiro, e que não é possível colmatá-la com outra pessoa. “O casamento deve ser um lugar onde os seres humanos partilham a experiência da solidão, criando momentos em que essa solidão se dissipa”.

Estou em crer que muitas pessoas "consomem-se" frequentemente com o pensamento de que a solidão que sentem (ou poderão vir a sentir), é algo derivado de não terem "alguém" e que só é possível resolver iniciando uma relação. Acredito também que este é um dos grandes erros cometidos por muitos casais que faz com que depois as relações acabem por não funcionar, até porque como diz Kelly Flanagan a solidão faz parte da vida e é errado pensar que será colmatada com outra pessoa.

5 comentários :

  1. Respostas
    1. Obrigado :) mas o mérito é todo do psicólogo Kelly Flanagan :)

      Eliminar
  2. Claro que não e ainda bem. Um casamento também precisa destes momentos em que nos sentimos sós. Não quero isso dizer que o nosso parceiro não nos faz feliz. Pelo contrário, esta "solidão" é algo de necessário ao ser humano, sinal da sua individualidade. Portanto só mostra que não somos abafados pela nossa relação e que esta é saudável.
    É tudo uma questão de saber gerir os sentimentos. :-)

    http://thelusofrenchie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ora nem mais! Não é a toa que manténs uma relação duradoura e bem sucedida! :)

      Eliminar
  3. Concordo plenamente! Não é por acaso que muitas vezes nos sentimos completamente sozinhos quando estamos rodeados de gente.
    A dificuldade muitas vezes está em descobrir a origem desse sentimento de solidão e um companheiro/a não será a solução do problema. São coisas, que na minha opinião, vão de dentro para fora e não o contrário.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...