quinta-feira, 17 de julho de 2014

A felicidade dos filhos após a separação dos pais

Se há algo que me custa a entender e a aceitar são pais que se separam e não demonstram o minimo empenho em tentar com que a separação não afecte os filhos, ou pelo menos tentem diminuir ao máximo os danos que podem advir para as crianças.
Pior ainda, quando usam os filhos como arma para tentar afectar negativamente o ex-cônjuge, sem se preocuparem o quanto isso pode afetar a felicidade dos filhos que são aqueles que menos culpa têm.

Admiro sim, os casais que põem a felicidade dos filhos em primeiro lugar e que mesmo após a separação esforçam-se por manter um bom relacionamento entre os filhos e o ex-cônjuge.
E podem crer, que esta atitude dos pais transparece no sorriso dessas crianças e reflete-se mais tarde na felicidade destes enquanto adultos.

3 comentários :

  1. se soubesses o que custa... tudo... por eles... nunca terias filhos

    ResponderEliminar
  2. Eu e o meu ex marido entendemo-nos muito bem. Os putos até ficam baralhados... detesto as guerras a que tenho assistido, é mesmo muito feio usar os filhos para atingir o outro. Primeiro que tudo estão os filhos que nós adultos decidimos ter. Filhos que não são propriedade de ninguém mas sim um empréstimo durante uns anos, que vão crescer e voar, e voltar às raízes que lhes fazemos... eh lä, estou mesmo crescida ...

    ResponderEliminar
  3. é muito difícil manter essa dita "relação saudável" entre os pais q se separam, mas efetivamente pelos filhos consegue-se pois pensamos apenas no seu bem estar.

    ResponderEliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...