segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Há mais machos sensíveis na terra

Por vezes, a propósito de alguns posts, acabo por receber aqui um ou outro comentário de algumas meninas a dizer que é pena não existirem mais homens sensíveis e românticos, ao que eu invariavelmente respondo que sim, claro que existem, possivelmente o que acontece é que ainda não se cruzaram com eles!
Ou então, comentários a perguntarem-me se não conheço mais machos sensíveis como eu? Pois que conheço, e neste momento um ou dois deles até se encontram descomprometidos a aguardar que o amor lhes bata à porta...
Por isso, não podem dizer que não existem porque eu até conheço alguns!
E como me dá uma grande satisfação sempre que vejo mais um casal a juntar-se, não me importo nada de fazer o papel de cupido  (a única condição é que caso dê em casório, depois me convidem para o copo de água :) )

27 comentários :

  1. espero k isso nao inclua o teu amigo stripper.. saio já da lista de candidatas!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahaha Não inclui nenhum stripper fica descansada! :)
      Já sabes, se depois der em casamento convidas-me para o copo de água! ;)

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Talvez... Mas se quiseres posso-te apresentar um deles ;)

      Eliminar
  3. Eu encontrei um :) Quem espera sempre alcança!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Parabéns então e muitas felicidades!! :)

      Eliminar
  4. Não devias ter dito que estou disponivel para o amor...
    Agora quem é que as sigura?! (é mesmo sigura que quero dizer.. :p)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se tens mais de 18 anos, és macho e consideras-te sensível, então alista-te na lista do MS! :D
      Depois meto-te em contacto com as candidatas interessadas! :)

      Eliminar
  5. love :)
    I'm a beginning fashion blogger, check my blog www.shawsy.blogspot.com

    ResponderEliminar
  6. Boa noite,

    Tens aqui um blog mesmo muito bom. De certeza que vou voltar.

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigado e bem-vindo! :)
      Aparece sempre!
      Abraço

      Eliminar
  7. São meros casos pontuais, raros ... e como diria uma grande e doce amiga .. como as casa de banho .. ou ocupadas ou não desejadas ...:) mas sim .. haverá um ou outro caso sem dúvida ...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahaha Nunca tinha ouvido essa analogia :)

      Eliminar
    2. Sábia a amiga também. Começo a acreditar nessa teoria mas contraponho com o pensamento de que a esperança é a última a morrer... :)

      Eliminar
    3. A esperança é sempre a última a morrer! :)

      Eliminar
  8. Mas desde quando é que os homens são sensíveis e românticos :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que desde sempre... Embora em nº muito menor comparativamente às mulheres...
      Porquê? Tu não és? :)

      Eliminar
  9. Eu quero muito acreditar que ainda existem, mas está dificil :P

    ResponderEliminar
  10. Estão onde?
    Com a chuva.... já se foram ;)

    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ana, eu conheço um ou dois. Se estiveres interessada diz :)

      Eliminar
  11. Afinal o que é a sensibilidade? Outro dia indaguei a Nix a esse propósito. E, compreensivelmente, confundimos sensibilidade com carinho, afecto, mimos. Portanto, será que há mesmo (mais) homens sensiveis? :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sensibilidade também passa pelo carinho, o afecto, os mimos claro.
      Quando criei o blogue em Novembro de 2011 e escolhi o nome "Sensível mas muito Macho" passava sobretudo pelo facto de sentir de forma muito intensa tudo o que dissesse respeito ao amor e especificamente à pessoa que amava e com a qual tinha tido uma relação. Os sentimentos eram vividos a 100% e tudo o que daí adviesse também (para o bem e para o mal).
      Ao passo que tinha a ideia que grande parte das relações de hoje em dia não são assim. Parecem descartáveis. As pessoas separam-se de forma muito fácil (nem sequer fazem um esforço para tentar e ver se ainda pode resultar) e partem para outra como se não as afectasse assim tanto.
      Por outro lado, o facto de ser sensível por sentir as coisas tão intensamente não fazia de mim menos homem, menos macho. Daí a escolha do nome para o blogue e do nickname macho sensível para o endereço de email, mais tarde abreviado para as iniciais MS.
      Pelo pouco que sei de ti, também me pareces ser um macho sensível. :) (Espero que hajam meninas a ler isto ;) )

      Eliminar
    2. permites-me discordar? quanto à sensibilidd nao vou comentar, ja falamos sobre isso.. kt as relaçoes descartaveis nao concordo contigo, acho que as pessoas tentam salvar uma relaçao sim contudo ja nao sao submissas, nao dependem uns do outros como ha uns anos atras... ha uns anos atras eu nunca m teria separado... pk? pk provavelmnt seria uma domestica sem rendimentos e se m separasse nao teria como sobreviver ou sustentar os meus filhos entao engolia em seco, viveria uma vida de merda so pela sobrevivencia... hoje em dia nao. dou o meu maximo e kd vejo k n ha salvaçao..simplesmento salvo-me a mim e aos meus. simples. posso-me sustentar sozinha, posso educar os meus filhos sozinha, nao dependo d ninguem logo uma relaçao p mim teria de ter amor e nao dependencia! I rest my case

      Eliminar
    3. Claro que permito! Estamos cá para isso. A discussão de ideias é saudável! :)
      Mas não estou em desacordo contigo... Pelo contrário, concordo com tudo o que disseste!
      Quando falo em relações descartáveis falo naquelas em que as pessoas não querem nem saber se resultariam ou não. Apenas não estão para se esforçar minimamente e tentar sequer.

      Acho muito bem que as pessoas não sejam submissas numa relação, isso para mim não é uma relação saudável de amor.

      Infelizmente quando existem filhos temos de engolir determinados sapos porque os pomos em primeiro lugar. Então nalguns casos poderá não ser possível haver a separação com a brevidade que gostaríamos mas temos sempre de procurar resolver a situação e não acomodarmo-nos.

      Ainda bem que hoje em dia tens a tua independência financeira! :)

      E sim, 100% de acordo . uma relação tem de ter amor, nunca dependência!
      *

      Eliminar
    4. Quando falo em relação descartáveis, é mais aquele tipo de relações em que as pessoas se juntam só para não estarem sozinhas (sem gostarem/amarem realmente a outra pessoa) e depois há mínima coisa ou quando se cansam terminam como se nada fosse. Para mim aí não existe sensibilidade, só sentido prático. Por isso, eu me considerar sensível com o amor/relações. Seria incapaz de estar numa relação onde não houvesse amor.

      Eliminar
    5. E como já te disse. Mil vezes sozinha apenas c uma pitada d felicidade do k acompanhada e sempre infeliz

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...