quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Aprender com os erros do passado

Sinto que hoje sou uma pessoa diferente. Menos impulsivo, mais tolerante, mais paciente. Acho que consigo controlar e gerir melhor as minhas emoções, precipitações. Talvez tenha crescido. Talvez tenha ganho mais maturidade. Tento viver um dia de cada vez e aproveitar o que a vida me dá neste momento. Afinal de contas, já não contava mesmo voltar a viver certas emoções que me deixam muito feliz. Julgo que, no que a relações diz respeito, estou na melhor fase da minha vida na eventualidade de voltar a assumir uma nova relação com alguém. Se isso irá voltar a acontecer ou não, já são outros quinhentos...

16 comentários :

  1. e sao estes momentos bons que compensam as desilusoes da vida

    ResponderEliminar
  2. A vida é feita de momentos..muitos deles ajudam a crescer..Vive TE..!!
    Bj

    ResponderEliminar
  3. Eu sempre pensei que fosse dificil atingir este patamar de controlo sobre mim e sobre as minhas opções. A fase serena que também passo revela-se na forma como lido com os problemas, como os resolvo, como os encaro. Explodi de maneira a restar cacos de mim apenas... mas obriguei-me a ser paciente com a reconstrução. E está a ser positivo :) que dê tudo certo para o teu lado! *

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda bem que também te sentes serena. :)
      Obrigado e tudo de bom para ti tb! *

      Eliminar
  4. Como diz a Carrie Bradshaw, na famosa série em que é protagonista, no amor existe uma linha ténue que separa a dor da felicidade... E é com isso que temos de viver sempre que gostamos a sério de alguém! Crescer implica exactamente chegar a uma altura em que os dois se comprometem e complementam de uma forma em que estão sempre (ou na maioria do tempo) felizes... Espero que os dois cresçam rapidamente nesse sentido... Sendo tu especial, como todos sabemos que és, de certeza que encontraste alguém à tua altura portanto vivam os dois a vida e não desperdicem NADA!!! Como diz o Eduardo Sá o amor deve ser agarrado quando passa por nós, pois pode não passar uma segunda ou terceira vez...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sábias palavras! Obrigado por elas! :)

      Eliminar
  5. E quem não aproveitar o passado para aprender a estar no presente e a viver o futuro, desperdiça a maior oportunidade de crescimento que nos é dada.

    ResponderEliminar
  6. Os erros servem para isso mesmo, para crescermos, para mudarmos, para não os repetirmos. Também me sinto numa fase serena e de bem com a vida, só não encontrei um novo amor, quem sabe um destes dias acontece. Fico muito contente por ti, acho-te uma pessoa especial e só espero que quem estiver ao teu lado saiba ver isso.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas tuas palavras Joana! É essencialmente por pessoas como tu que eu sei que leem o blog, que fico feliz por partilhar estes posts.
      Beijinho e tudo de bom para ti!

      Eliminar
  7. Não sou boa nestas coisas do amor. Há anos que lhe desconheço a face, o sabor. As histórias do passado, essas viveram-se como se puderam. E se não serviram p aprender (como já me aconteceu) e voltarmos a repetir os mesmo erros, significa q ao menos tentamos. Por vezes temos de dar os mesmos tombos, as vezes necessárias até acertarmos.
    Não me arrependo do último trambolhão q dei. Se não serviu p aprender, serviu sem dúvida p viver. E vivi-o intensamente. Bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São esses momentos intensos que nos fazem sentir vivos! Apesar do sofrimento que por vezes posteriormente nos poderão fazer sentir, acho que é preferível do que nunca sairmos do mesmo registo de uma vida sem emoções... :) Bj

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...