terça-feira, 13 de agosto de 2013

A cabra que comi ontem à noite

Ontem à noite depois do trabalho, fui straight to home (sem passar pela casa da partida e sem receber dois contos). 
Quando cheguei, resolvi ir fazer um bocado de exercício na bicicleta. Pedalei, pedalei mas não saí do lugar. Estive uma hora naquilo, de tal forma intensiva que quando me levantei do selim mal sentia a próstata! Já para não falar que transpirei que nem um animal... mas no final confesso que me soube bem! Tomei banho (convinha este mês), preparei uma saladinha de frango desfiado para o jantar e como me sentia particularmente cansado resolvi deitar-me ainda não era meia-noite (algo que já não acontecia há séculos). 
Antes de desligar a luz ainda li um bocadinho do "Amor é fodido" do MEC (e ri-me sozinho que nem um perdido pois está claro).
O resultado de ter comido apenas uma saladinha e ter-me deitado cedo foi que acordei pouco tempo depois cheio-da-fome e não me restou alternativa senão atacar o frigorífico.
O lado positivo desta história é que quando ataquei o frigorífico às duas da manhã descobri um queijo de cabra muito bom (que a minha mãe deixou da última vez que lá foi)  e que acompanhado com umas tostas é uma verdadeira delícia!
A seguir voltei a deitar-me e tive uma insónia daquelas... depois para conseguir voltar adormecer... tá-quieto-ao-preto, andei às voltas na cama e só devo ter adormecido lá para às 4:30 da manhã....



fotos do Instagram @msblog

25 comentários :

  1. Ai como compreendo a sra do livro, há nomes e nomes, e alguns não podem ser ditos na hora H, correndo o risco de que no final da noite ela lhe apresente a conta :P

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há momentos para tudo e consoante as circunstâncias quase tudo pode ser dito mas depende da sensibilidade de cada um dos intervenientes claro está... ;)

      Eliminar
  2. Ahaha :P esse excerto é delirante! Parece que estou a visualizar a cena!

    ResponderEliminar
  3. Adorei esse livro e ri imenso já há uns anitos.
    Agora deixa-me que te diga, se acordas ás duas da manhã com fome e fazes um prato tão bonito subiste mais uns pontos na minha consideração :)
    Não conheço essa marca de queijo, mas adoro queijo de cabra :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi porque estava mesmo sem sono e como muita fome... hehe
      O queijo de cabra é divinal! ;)

      Eliminar
  4. Bah! Vim eu aqui saber como é que me tinhas comido sem eu dar conta e afinal era o queijo!! ;)

    ResponderEliminar
  5. Uma boa gargalhada também alimenta!!!
    Abraço doce e boas leituras :)
    Sairaf

    ResponderEliminar
  6. O carteira Vazia - eu sei que talvez este local não seja o mais próprio para divulgar uma página, mas não custa nada dar uma olhada rápida pelo meu blog. penso que toda a todos, a crise...

    http://ocarteiravazia.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  7. Há um da mesma marca, mas para barrar e com ervas que é de comer e chorar por mais :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sério? :D Tenho de experimentar então! Obrigado pela dica! :)

      Eliminar
  8. E há outro da mesma marca, só de barrar e com flor de sal!! ui!! divinal!!
    Se és apreciador de queijo de cabra, deverias experimentar a Salade de chèvre chaux... Receita franciú, muito, muito bom, e tão simples de fazer!!

    Bisous ;)
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho de experimentar então! Obrigado pela dica! ;)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...