quinta-feira, 4 de julho de 2013

A melhor solução no imediato

Parece-me evidente que para bem de todos nós, face à dependência externa em que nos encontramos, se mantenha o actual governo e não se vá para um cenário de eleições antecipadas como algumas figuras bem conhecidas (que tinham obrigação de demonstrar bom-senso e maior sentido de responsabilidade e de estado)  andam para aí a defender sem avaliar os impactos que isso teria (até porque não existem alternativas credíveis neste momento).
Também me parece óbvio que apesar de se dever manter o governo de maioria parlamentar, Paulo Portas não pode continuar a fazer parte deste governo porque jamais ninguém no seu perfeito juízo acredita que poderá haver entendimento entre Portas e Passos Coelho e como tal a estabilidade política tão necessária ao País. Seria uma sentença de morte pré-anunciada. Espero que desta vez Paulo Portas demonstre mais sentido de estado, responsabilidade e bom senso e saia do governo. Penso que a solução mais sensata seria substituir Paulo Portas no governo por alguém de renome do CDS mas terá de ser um nome forte, credível e que não ande a "reboque" nem fique refém de Portas.
Com isto não quero dizer que gosto de Passos Coelho. Considero que as políticas por ele seguidas são erradas e já tivemos a prova disso. Considero também que demonstrou incompetência ao não conseguir gerir os acontecimentos dos últimos dias.
No entanto, para já (infelizmente) não existe alternativa. É tão simples quanto isto.

6 comentários :

  1. Já viste as noticias? falam que ele vai regressar e para a Economia. Isto é mau demais...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero bem que não! Eu apostava mais num nome como Pires de Lima já que Paulo Macedo deve ficar pela saúde...

      Eliminar
  2. Eu acho que eleições antecipadas também não são a melhor alternativa e também não acho que as mudanças fossem para melhor, infelizmente

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Enquanto António José Seguro se mantiver como líder da oposição a mudança dificilmente será para melhor.

      Eliminar
  3. deve-se escolher só através de voto, uma vez que o que as pessoas escolheram já não está nem parecido em termos do que foi prometido nas eleições de há dois anos. a isso se chama democracia, e não ditadura. não falo das alternativas, porque são mas demais, falo que nesta altura era uma excelente altura para exercer a escolha dos portugueses, e não a escolha de meia duzia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. o único problema é que eleições antecipadas nesta altura seria o equivalente a um segundo resgate e a um agravar da situação financeira do País e dos portugueses... :(

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...