quarta-feira, 22 de maio de 2013

True Love


Paixão, Amor de verdade é aquele que nos arrebata a alma, o espiríto, os sentidos, que nos deixa alheados da realidade, de tudo o que se passa à nossa volta e nos transporta para um outro mundo, um outro universo em que só existes tu e eu, mais ninguém, em que nos sentimos a flutuar no tempo e no espaço, os sentidos inebriados, o contacto do teu corpo no meu, o teu toque, o veludo da tua pele, o teu calor, a tesão, o desejo, o bater do coração, a tua boca molhada, o teu cheiro, o teu cabelo, a tua respiração, o arrepiar de pele, o arrebatamento, o nirvana...


26 comentários :

  1. E como tenho de saudades de me sentir assim.

    ResponderEliminar
  2. E que assim sempre seja. Que nunca nos digam para nos contentarmos com menos e, se ousarem dize-lo, que nunca acreditemos que é assim que tem de ser.
    Que eu me saiba sempre perder de amor, pois sei que só nele me consigo encontrar. Só nele sei ser. E que não permita que todas as ilusões queridas sejam mortas pelas vividas e que morram à fome, por falat de alimento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bonitas e sábias palavras! Gostei! :)

      Eliminar
  3. Like it very much!
    Obrigada pela partilha...não conhecia.
    :)

    ResponderEliminar
  4. Alguém escreveu, uma vez:
    "(...) aquele momento delicioso em que dançamos um com o outro, com todos a olhar mas, na realidade, é como se ali não estivesse ninguém Debaixo da luz das estrelas e da luz de árvores repletas de balõezinhos brancos com leds lá dentro, que depois serão para ser entregues às estrelas, também.
    Eu, voluptuosa, cabelo solto, loiramente ondulado, a segurar no vestido mais bonito do mundo, com um colar valiosíssimo de flores idênticas às primeiras que me terias oferecido. Tu relaxadamente bem vestido, com uma camisa branca, larga, desabotoada a 2/3, para que eu pudesse encostar a minha cabeça no teu peito, enquanto dançasse. E eu estaria descalça, pequenina, perfeita para que me pudesses beijar a testa, enquanto estivesse a levitar."

    É isto tudo.

    ResponderEliminar
  5. Um misto de coisas difíceis de explicar por palavras...*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sim as palavras serão sempre insuficientes para tentar descrever esta sensação... *

      Eliminar
  6. Algo inevitável penso eu. Sempre que me envolvo com alguém inevitavelmente esqueço o que há de melhor em meu redor. É como se só aquela pessoa existisse no mundo e não prestamos atenção a mais nada... não damos valor à vida, não ligamos aos amigos ou à familia, dependemos dessa pessoa apenas. Honestamente? Não gosto desse sentimento... penso que no amor devemos saber destinguir dependência de amor e devemos conseguir conciliar a nossa vida, com a vida em conjunto. Sei que estou a ser ridicula, pois supostamente devo ser a única a quem isto acontece, talvez com o tempo.... com experiência... consiga destinguir esse sentimento.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando amamos de verdade existem determinados momentos em que estamos com a pessoa amada e nos esquecemos de tudo a nossa volta e nos alheamos da realidade (como é por exemplo por vezes o caso de um beijo) mas isto não deverá implicar que no dia a dia nos esqueçamos dos amigos, da família, etc.
      Sei que muitas vezes isso acontece, tens razão, mas há que procurar combater esse tipo de situação sob pena de nos tornarmos dependentes e até virmos a sofrer mais tarde por causa disso... ;)

      Eliminar
  7. Eh lá! Tanta tensão sexual concentrada no epicentro! Magnitude 10 na escala de Richter! Chegou a sentir-se aqui! Arrepiaste-me os sentidos ;)

    ResponderEliminar
  8. É quase impossível não ver este vídeo até ao fim :p
    O amor é tão bom (apesar de eu não querer nada com ele nós próximos tempos) :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. são fases Emma. Quando menos esperares... ;)

      Eliminar
  9. Por vezes há pessoas que se põem à espera do clique, do cupido, e perdem muitas oportunidades de amor, de amar alguém de valor. Por vezes a seta acerta, mas o amor é cego lool

    Às vezes o grande amor pode estar numa grande amizade. Enfim...

    Fica bem
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. mas não podemos ir contra a nossa natureza e sentimentos... ;)
      beijinhos

      Eliminar
  10. Hum, esta fase é tão boa. O Video está muito giro.

    ResponderEliminar
  11. Hummmm que beijões!! Tão bom beijar com paixão!! :)
    Pronto MS, não fiques com ciumes... Adorei o teu texto!!! ;)

    Estou a precisar de um true love!!
    Está dificil... ;)

    Beijo
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se é bom... é maravilhoso! :)

      Vais ver quando menos estamos à espera é quando acontece! :)

      Beijinhos

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...