sexta-feira, 17 de maio de 2013

Partilhar casa

Estou a pensar seriamente em partilhar a minha casa com alguém. E não, não é porque esteja perdidamente apaixonado (infelizmente). Aliás, nem sequer estou apaixonado por ninguém. A culpa desta minha decisão é do Gaspar, o ministro das finanças. É que actualmente o rendimento disponível no final do mês é cada vez menor face ao aumento constante das despesas nos últimos tempos. E partilhar as despesas da casa com alguém dava um jeitasso!
A casa é grande só para uma pessoa e portanto não vai custar nada conviver no mesmo espaço com outra pessoa. Depois bem vistas as coisas, se for uma moça jeitosa até se pode juntar o útil ao agradável como por exemplo vermos um filme juntos no sofá enquanto comemos umas pipocas... O que é que estavam a pensar essas mentes depravadas?? Sexo? Bem... se ela for realmente jeitosa e se pedir muito pouco e com jeitinho... Naaaaa, depois podia gostar e passávamos a vida nisso e vai na volta já nem me sentia à vontade para lhe cobrar a renda ou ela pensar que podia pagar com o corpo... É melhor não!
Agora perguntam vocês e porque não alugas a um rapaz se é só para partilhar as despesas... Depois até tinha companhia para ver os jogos de futebol e beber umas bejecas e dizer umas caralhadas asneiradas sem me sentir censurado. Mas às tantas o gajo levava para lá a namorada, fechavam-se no quarto e não me deixavam dormir com o barulho... Naaaaa, é preferível uma gaja, além dos mais são mais bem comportadinhas e sossegadinhas... (pelo menos é o que eu oiço sempre como pretexto cada vez que se vê "aluga-se quarto a rapariga")
(Estas tretas todas sou eu a tentar convencer-me que teria algo de positivo partilhar o meu espaço com alguém por quem não estivesse apaixonado. Na verdade, aterroriza-me prescindir da minha privacidade).

32 comentários :

  1. conheço a inquilina perfeita para ti: boa cozinheira, com sotaque brasileiro e gira nas horas. Interessado?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Algo me diz que essa do sotaque brasileiro traz algo no bico...

      Eliminar
    2. Ela traz sempre alguma coisa no bico. Nao falha.

      Eliminar
  2. Não tens obrigatoriamente que perder a tua privacidade por partilhares a casa com alguém...
    Não sou jeitosa, e também não faria sexo contigo, mas era menina para partilhar as despesas xD e ainda tinha quem me fizesse companhia numas corridas pela cidade ahahahah

    (bota um anuncio no jornal xD)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahaha :) Então se eu decidir avançar com a ideia digo-te qualquer coisa

      Eliminar
  3. Também já pensei no mesmo.. tive inclusivamente o anúncio durante uns dias e retirei-o.
    Pensei que iria manter-me assim enquanto conseguir suportar as despesas (que são cada vez mais realmente).
    Talvez um ganhe coragem, até lá espero que tudo melhore.
    Patrícia Coelho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Então percebes o que quero dizer... :)

      Eliminar
  4. Eu desde há 3 anos que partilho casa, geralmente com mais 2 pessoas. Agora que finalmente encontrei um T1 espectacular na zona da cidade que eu queria, fiquei sem colega de casa.. mas tenho de arrajar urgentemente. Conselhos: é melhor partilhar casa, mas vê lá quem escolhes, tenho imensas histórias hilariantes para contar à conta disso. E se a casa é grande, não seria uma boa hipótese trocares para uma mais pequena? ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens de me contar essas histórias então! :)
      Não penso em trocar de casa porque adoro a minha casa... :)

      Eliminar
    2. contarei no meu blogue quando mudar de casa, por enquanto é melhor não.. ahahha xD
      entendo, eu já há muito tempo que quero ir morar para o centro da cidade e espero ir mesmo!

      Eliminar
  5. É complicado partilhar o nosso espaço, principalmente com alguém que não conhecemos. Eu já tive as duas experiências e posso dizer que, o ser humano é um bicho estranho mas a mulher consegue ser pior. Lol. Naaaa... estou a brincar. Eu nunca tive stresses muito grandes. Se calhar tive sorte porque também vivi com dois rapazes e acho que isso atenuou o facto de estar outra gaja no espaço. Os homens são excelentes companheiros de casa. Desarrumados, mas bons companheiros. As gajas são umas chatas, com temas de conversa desinteressantes e têm tendência a invadir demasiado o espaço do outro. Para além de estarem interditas a relacionamentos interpessoais durante 5 a 8 dias por mês. Ahahahah. Mas, hey! Faz um bom recrutamento. :D
    Estou a brincar, era só para te assustar um bocadinho. Boa sorte com isso. Acho que pensaste bem. Nesta altura viver sozinho num espaço grande é um luxo (infelizmente).
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu tb já tive essa experiência. Uma por opção com a pessoa que amava e foi muito bom. Outra uma situação forçada que eu não estava à espera e não vi a hora que terminasse!
      Eu sou homem mas sou muito arrumadinho! :)
      O recrutamento teria de ser mesmo muito rigoroso... Mas não sei se algum dia irei avançar com esta ideia, foi mais um desabafo... ;)

      Eliminar
  6. Partilhar wc com um desconhecido? Deixa lá isso...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Por aí não haveria problema porque tenho dois :)

      Eliminar
  7. Acho que também não ia gostar de partilhar a minha casa com alguém com quem não tivesse muita confiança :P

    ResponderEliminar
  8. Já pensei diversas vezes em alugar o outro quarto cá de casa,sempre ajudava as economias e sempre tinha companhia, mas depois tenho sempre receio que seja algum psicopata e perco logo essa ideia.
    kiss

    ResponderEliminar
  9. Dividir a casa é uma óptima ideia nos tempos que correm. mas eu admito que me seria difícil, é a minha casa com as minhas coisas. Onde amigos meus de fora passam fins-de-semana quando querem, onde dou jantares para os amigos. Onde posso trazer alguém se quiser. Com outra pessoa cá implica ter de conviver com essa pessoa, partilhar as coisas com ela quer queira quer não.
    Uma coisa era alugar uma casa com outra pessoa, outra era partilhar o meu espaço com alguém desconhecido, acho que não conseguia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso tudo que disseste! Também não me estou a ver...

      Eliminar
  10. Como eu te compreendo... Era uma ajuda enorme neste momento, mas só de pensar em partilhar o meu espaço com alguém que me é estranho, desisto logo da ideia... humpfff

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois... ainda bem que me compreendes :)

      Eliminar
  11. Olá... eu ia gostar da ideia... afinal, você era muito engraçado com as histórias da sua inquilina... e acho que gostava mesmo da companhia dela... sim, companhia, não estou a pensar no resto porque nem sequer a conhecia... Bjos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahaha Ainda se lembram disso? :)
      Mas só de pensar nisso fico logo sem vontade de partilhar a minha casa... Bjos

      Eliminar
  12. Eu já partilhei casa. Em Amesterdão. Com duas austríacas, um holandês e um espanhol. Foi a melhor experiencia da minha vida, das nossas vidas, até. Mas já foi há muito tempo, quando partilhar casa fazia sentido. Nesta idade, não me poria nessa situação a não ser que fosse com alguém cuja confiança fosse de tal forma capaz e eficaz. No sentido de tomar o pequeno almoço maravilhosamente despenteada, linda de morrer, passar do WC para o quarto sem toalha, porque me esqueço sempre (é normal), e a meio da noite ir beber água sem me preocupar com a quantidade de pele à vista.
    Caso contrário, estaria a cometer um ultraje à minha tão beloved liberdade de actuação.
    Despesas... poupa-se no restaurante e na lavandaria. A mulher a dias não preciso, eu sou uma, a tempo inteiro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que sim! Adora ter tido uma experiência dessas! Agora fizeste-me lembrar um dos meus filmes favoritos - A Residência espanhola - já viste? :)
      Passar do WC para o quarto sem toalha? ir beber água à noite sem te preocupares com a quantidade de pele À vista?... Por acaso não estás interessada em arrendar o meu quarto, não? lol ;)

      Eliminar
  13. Sim, já vi! Esse filme é que me inspirou para me candidatar ao Erasmus ehehehe
    Foi muito parecido mas muito melhor. Depois conto-te, quando tiveres tempo e interesse em saber.
    Um dia, quem sabe, arrendo-te a casa toda!
    ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A mim também me inspirou para experimentar Erasmus mas já foi tarde demais...
      Desde que me deixes viver lá também... hehe ;)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...