terça-feira, 21 de maio de 2013

Palavras...

palavras bonitas, de amor, carinho, paixão, esperança, força, determinação, coragem... devem ser ditas (apenas se sentidas) porque são elas que permitem levar avante os nossos maiores sonhos.
palavras feias, de rancor, exaltação, raiva, ódio, desilusão, confusão e dúvida, que explodem no calor do momento, devem ficar retidas, aprisionadas sob pena de serem injustas e se descerem degraus que não se conseguem mais subir...

12 comentários :

  1. Nem aprisionadas nem retidas, pois tornas-te prisioneiro delas e ficam em estado latente, prontas a explodir quando o saco encher de tal forma que não as consigas suster e segurar. Devem ser canalizadas, digeridas e, aos poucos, ou rapidamente (depende do teu metabolismo) defecadas!! E que a pessoa merecedora de tais ruídos não as ouça, ok, até percebo mas que, pelo menos, sinta o seu cheiro e se aperceba que perdeu mais uma oportunidade na vida dela de mostrar que é merecedora da sua sorte. E essa pessoa sim, descerá degraus que mais não conseguirá subir. (na tua, minha, de quem for, consideração)
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando falo em aprisionadas ou retidas refiro-me exclusivamente a não serem ditas no momento à pessoa em causa. Mas sim, deve-se libertar esse sentimento cá de dentro de alguma forma e já com a cabeça fria... ;)

      Eliminar
  2. Completamente verdade, muito bem escrito!

    ResponderEliminar
  3. Não é bom guardar para dentro o que se sente... porque a dada altura vai-se explodir e agredir quem se ama com palavras.
    Conversar logo de início sobre algo que apoquenta, para não deixar o "incomodozinho" transformar-se em "problemão", parece-me o ideal.
    E depois de estar tudo esclarecido, é tão bom fazer as pazes... hum... ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conversar sim mas não logo de início quando se está com a cabeça quente, sob pena de sermos injustos e magoarmos a outra pessoa sem necessidade... ;)

      Eliminar
  4. Agree. Muitas vezes é dificil aprisionar as palavras de rancor e ódio, pois são ditas de cabeça quente, mas sempre que penso nisso evito dizê-las, pois não é justo para com a outra pessoa. O mesmo acontece do lado oposto. Quando algo assim acontece... eu prefiro afastar-me, reflectir e esquecer... pois é isso mesmo que acontece um erro, o ser humano não é perfeito :)
    O mesmo acontece com as palavras de carinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Devemos falar sobre as coisas e esclarecê-las mas não de cabeça quente. :)

      Eliminar
  5. Eu acredito que se mantivermos relações saudáveis, em que falamos do que gostamos e do que nos incomoda nunca largamos o rancor, ódio, o grito. Porque isso acontece quando as pessoas vão acumulando e há um dia em que não dá mais e explodem.
    Eu sou muito frontal e nunca deixo nada de dizer seja a quem for. Claro que tento escolher as melhores alturas e as palavras com que me expresso pois não gosto de magoar ninguém. Mas, acredito que tudo deve ser dito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim mas como tu dizes tendo um certo cuidado com as palavras com que nos expressamos e em alturas que não estejamos de cabeça quente... ;)

      Eliminar

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...